Monday, April 24, 2006

Bebendo o teu licor

Com as duas mãos eu tomei
a tua cabeça, como uma urna,
e bebi o licor do amor.

Quem teria pensado
que uma urna tão pequena
contivesse tanto licor?

A aurora raiava já no céu
quando as nossas bocas se separaram.

Anónimo árabe (séc. X)

1 comment:

Anonymous said...

Hmm I love the idea behind this website, very unique.
»