Monday, February 16, 2009

Rescaldo do 14 de Fev.

Eu já amei alguém assim de sufoco, á desgarrada, o que me dá o direito de dizer qualquer coisa que seja sobre o sentimento. Sim, já amei alguém mais do que gostei de mim. Já amei assim tipo criança -sim “á-criança” mesmo – a idolatrar. É assim o o primeiro amor; cego, surdo e mudo na sua essência, só vive de si próprio e para si próprio, não é? Quem não sabe o que isto é que atire a primeira pedra. E quem não sabe mesmo o que isto é que tenha pena, muita pena.

Hoje e agora, só quero amar alguém pela vontade que tenho de gostar muito de alguém. Vontade essa que nunca crescerá de fora para dentro mas de dentro, daquilo que eu sou, para fora, para o mundo. E vou amar muito por essa vida fora...muito, muito, muito. Que eu sou mulher de paixões, de tiro-e-queda, de amores-sem-medida. Mas amores sem deixar de gostar de mim, sem destrui o meu amor próprio e apenas, e só apenas, como a canção diz “para me completar”, nunca para me encher. Que cheia estou eu de sonhos, ambições e (um dia acredito) de coisinhas boas e preciosas, frutos do amor.

Sim, continuo a acreditar no amor eterno, no amor lindo que se sente sem palavras no brilho de um olhar, na complicidade de um sorriso. Continuo a acreditar que hei-de amar alguém ao ponto que querer ter bébés nossos, desejar carpir junto com e desejar que o mundo páre por segundos só para nós. Existe lá coisa mais bonita?

4 comments:

Xana said...

Também sou e penso totalmente assim! Saudades de ti!! Tudo bem?
beijo,,,

Boo said...

Claro que nao ha coisa melhor, depois disso e so mesmo te-lo pertinho de ti, e ter aquelas coisas que a maioria das mulheres sonha.

Nunca acredites que estas enganada e relacao ao amor, podes-te enganar na pessoa, mas o sentimento e real :)

kagemusha. said...

bem ... acho que temos que combinar outro cafézito em breve!! eheh

[anna] said...

como compreendo tão mas tão bem estas linhas... mas é nas linhas desta realidade díspar que por vezes nos encontramos (e não será a maior parte das vezes até que...?)... Mas isto era conversa para hora!!
Beijinho grande para ti!!!
Anna